ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
SIC suspende SUPERNANNY
SIC suspende SUPERNANNY

A SIC confirmou em comunicado que vai mesmo acatar a decisão inédita de um tribunal português que inviabiliza a exibição do programa Supernanny.

A SIC confirmou em comunicado que vai mesmo acatar a decisão inédita de um tribunal português que inviabiliza a exibição do programa Supernanny.

Portugal, aquele país onde casas do putedo são bem vindas, mas qualquer coisa que passe por tentar educar é proibida.. até legalmente. Sim senhor. Em 20 países onde o programa é exibido nunca tinha acontecido tal coisa… devemos mesmo ser muito à frente no que toca a educação e direitos das crianças. Ou então somos muita parvos, mesquinhos, e só barafustamos com merdas sem importância em vez de nos debruçarmos sobre os problemas de fundo.

Aqui fica o comunicado na íntegra:

“A SIC confirma a receção de uma decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Oeste, que inviabiliza a exibição do terceiro episódio do programa “SuperNanny”. As restrições impostas equivalem, na prática, a alterações substanciais do formato original, tal como foi transmitido em mais de vinte países. A SIC irá acatar esta decisão, que lamenta.Quer

emos, por isso, pedir, em primeiro lugar, as desculpas aos nossos telespetadores que acompanharam o “SuperNanny” e que reconhecem a sua importância enquanto formato pedagógico e educativo. O programa, que é exibido em países como o Reino Unido ou a Suécia, em canais como a Channel 4 ou a TF1, teve sempre o objetivo de auxiliar pais e educadores a melhorarem a relação com os seus filhos, ajudando a estabelecer regras e limites, criando assim uma dinâmica familiar mais saudável.

Além disso, o programa tem o mérito de estimular em Portugal um amplo debate público sobre as questões da parentalidade, discussão cada vez mais atual, numa altura em que as nossas fotografias e vídeos, bem como as das nossas crianças e jovens, são partilhadas à velocidade de um “post” numa rede social.

A SIC continuará a defender os seus interesses e os dos seus telespetadores e irá juridicamente demonstrar a validade dos seus argumentos, bem como a defesa daquilo que acredita ser a liberdade de programação das estações de televisão.”

 

Caso a SIC não acatasse a ordem judicial, teria de pagar 15 mil euros por cada dia no atraso do incumprimento.

Já tínhamos feito um post sobre este tema onde dizemos o que achamos do assunto por isso não nos vamos repetir. Se quiseres ler esse post, passa aqui.


MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Curiosidades