ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
“Super Hacker” vai lançar aplicação que transforma qualquer carro em automático
“Super Hacker” vai lançar aplicação que transforma qualquer carro em automático

No final do ano passado, George Hotz surpreendeu tudo e todos ao anunciar que ia criar um sistema que permitia transformar qualquer automóvel num automóvel autónomo – e tudo avança a passo acelerado. Fala-se do lançamento ainda este ano.

Untitled-1

No final do ano passado, George Hotz surpreendeu tudo e todos ao anunciar que ia criar um sistema que permitia transformar qualquer automóvel num automóvel autónomo – e tudo avança a passo acelerado. Fala-se do lançamento ainda este ano.

O sistema de George Hotz tem gerado bastante polémica, e entrou em rivalidade directa com a Tesla, de Elon Musk, que não acredita que um sistema criado “numa garagem” possa competir com os sistemas que são criados por equipas especializadas que já trabalham nisto há anos (ou décadas).

Geroge Hotz, mais conhecido nos meios informáticos como geohot, ficou famoso por ter sido o primeiro a fazer o jailbreak do iOS, o sistema operativo do iPhone, da Apple.

Sendo George Hotz um verdadeiro mago das artes digitais, seria um erro subestimá-lo, e neste momento o seu carro autónomo parece conseguir lidar com quase tudo o que os outros sistemas fazem, mesmo sendo muito mais recente e contando com menos informação.

Aliás, essa falta de informação – que é de importância crítica num sistema que aprende com o exemplo dado pela condução normal dos condutores – já levou a que Hotz criasse uma app que permite que outras pessoas usem os seus smartphones para registarem vídeos enquanto conduzem.

Essa informação é então usada pelo sistema de Hotz para a sua aprendizagem de condução.

A app chamar-se-á Chffr e será disponibilizada no final de Junho.

A versatilidade do sistema foi recentemente posta à prova, quando George Hotz foi até Las Vegas para demonstrar o seu automóvel.

Só quando lá chegou é que descobriu que as estradas locais não usam os habituais traços descontínuos para marcar as faixas de rodagem, mas sim marcadores reflectores em relevo que criam um perfil “pontilhado”. A situação inesperada para o sistema obrigou a umas viagens rápidas para que ele aprendesse a lidar com isso… parecendo tê-lo feito sem problemas.

Se Hotz conseguir cumprir a promessa de lançar este sistema no mercado, e a menos de 1000 dólares, haverá pelo menos um executivo de uma grande marca a ter que engolir um sapo. Outra vez.



MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Carros,Tecnologia