ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
NÃO COMPRES esta Fitness Tracker (Y2 Plus)
NÃO COMPRES esta Fitness Tracker (Y2 Plus)

Estas pulseiras hoje em dia já estão muito baratas, mas quando se sacrifica a qualidade para lá do aceitável, só para baixar um pouco mais o preço deixa de valer a pena.

Estas pulseiras hoje em dia já estão muito baratas, mas quando se sacrifica a qualidade para lá do aceitável, só para baixar um pouco mais o preço, deixa de valer a pena.

Ficámos intrigados com a Y2 Plus, uma pulseira fitness tracker que exteriormente é um clone da Mi Band 2 da Xiaomi e promete funções incríveis por um preço minúsculo.


Quando a comprámos estava por apenas 12 euros ( vê o preço atual aqui ) e mesmo assim foi uma desilusão. Explicamos porquê.

Dados aldrabados

Esta pulseira promete funções de topo. Para além de contar os passos e dar as horas, ela diz medir ainda o ritmo cardíaco, a tensão arterial e até o nível de oxigénio no sangue.

Por acaso eu tenho mesmo um medidor de tensão arterial e comparei os resultados, só por curiosidade. Claro que o resultado não bateu certo.

Curiosamente, apesar de dar esta info toda, esqueceram-se de fornecer informação relativa a gasto de calorias, que praticamente todas as pulseiras do género fornecem.

Até na função mais básica notámos discrepâncias. O contador de passos é demasiado sensível e assume qualquer movimento como um passo. Se bateres uma pívia medianamente vigorosa a Y2 acha que foste correr uma maratona. Os dados simplesmente não são fiáveis.

Má qualidade de construção

Apesar de ser aparentemente igual à Mi Band 2, é nos detalhes que se vê que não é bem assim.

Logo no primeiro dia em que usei a Y2 o sensor saltou-me da pulseira enquanto estava no ginásio. Tudo bem, pensei que o tinha colocado mal. Voltei a encaixá-lo na pulseira e regressei ao treino. No entanto era mesmo da pulseira, algus exercícios depois lá estava aquela merda outra vez no chão.

No ginásio nem é muito grave, mas também me aconteceu quando estava a andar na rua e tive de fazer o caminho inverso a olhar para o chão à procura daquilo. Tinha bastado raspar a pulseira no bolso das calças ao tirar o telemóvel para fazer o sensor saltar. Isto é inaceitável.

O carregador não encaixa bem na capsula e uma das vezes que tentei carregar a pulseira nem estava a conseguir que fizesse contacto.

Outro problema desta pulseira é que é ABSOLUTAMENTE IMPOSSÍVEL veres as horas se estiver sol. Na Mi Band 2 já não é fácil, mas nesta a iluminação é ainda mais fraca e os dígitos mais pequenos e finos pelo que com o sol a brilhar basicamente não vais conseguir sequer ver se há alguma coisa escrita no display ou não.

Bugs e Crashes

Só usei esta pulseira durante alguns dias mas já me estava a passar com ela. Foi frequente carregar nela para ver as horas e ela simplesmente me ignorar. Sabes quando clicas num link e a página não abre porque a net está lenta? Ter essa experiência no relógio é uma bosta.

 

Conclusão

Quando a esmola é muita o pobre desconfia… e deviamos ter desconfiado que era o caso. Poupar é excelente, mas estar a dar 12 eur por um pedaço de entulho, quando podes dar mais três ou quatro euros e ter uma pulseira à maneira não faz grande sentido.

Se queres uma pulseira barata, mas que não te deixa ficar mal, recomendamos-te a Mi Band 2 da Xiaomi. Fizemos uma review dela que podes consultar aqui. É a pulseira que estou a usar no dia-a-dia neste momento.

Para quem quer um tracking ainda mais rigoroso e detalhado, com GPS integrado e uma fitness band mais virada para o Running deixamos duas alternativas de topo:

A Vivosmart HR+ da Garmin, que na nossa opinião é uma das melhores no mercado;

A Amazfit da Xiaomi que sendo igualmente top já baixou de preço e está mais acessível.

Mi Band 2 | Vivosmart HR+ | Amazfit

No entanto se quiseres ignorar completamente o nosso conselho e mandar vir a Y2 Plus também não te vamos impedir! Podes encomendá-la aqui.

 




MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Reviews