ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
Americano está a Formar Cruzados Cristãos contra Estado Islâmico
Americano está a Formar Cruzados Cristãos contra Estado Islâmico

O norte-americano Matthew VanDyke está a formar um exército de soldados cristãos para combater o Estado Islâmico no Iraque.

Untitled-1

O norte-americano Matthew VanDyke está a formar um exército de soldados cristãos para combater o Estado Islâmico no Iraque. São 400 cruzados cujo treinamento é financiado por donativos de cristãos de cerca de 20 países.

Matthew VanDyke é um “lutador da liberdade”, conforme o próprio se apresenta no seu perfil do Facebook que está a dar formação a cerca de 400 cristãos iraquianos.

A ideia é que estes comecem por combater o Estado Islâmico no Iraque, mas que depois vão para a Líbia e para a Nigéria e pelo mundo fora, em defesa da liberdade.

A formação desta designada Unidade de Protecção da Planície de Nínive (NPU, na sigla em Inglês) é feita por ex-militares dos EUA, muitos dos quais voluntários, e financiada com fundos de 20 países, sobretudo de cristãos dos EUA.

Matthew VanDyke está agora à espera de licença do Departamento de Estado dos EUA para que a organização que fundou Sons of Liberty International, uma espécie de empresa de segurança sem fins lucrativos, possa voltar a trabalhar no Iraque, nomeadamente para formar outros soldados.

Este norte-americano com um mestrado em Relações Internacionais na Universidade de Georgetown e ex-correspondente de guerra no Iraque e no Afeganistão, diz ao jornal espanhol El Mundo que é cristão, mas que o seu primeiro objectivo não é a religião, mas “encontrar uma solução para o problema do Estado Islâmico“.

Matthew VanDyke conta que era amigo dos jornalistas James Foley e Steven Sotloff, decapitados pelo Estado Islâmico, e que esteve com eles alguns dias antes de serem raptados. “Senti que tinha que fazer algo”, nota.

Ele esteve detido em Brera, na Líbia, durante cinco meses, depois de se ter juntado à rebelião contra Khadafi durante a Primavera Árabe. Facto que lhe valeu o protagonismo no documentário “Point and Shoot” que venceu vários prémios, nomeadamente no conceituado Festival de Tribeca.

Considerando que “hoje as pessoas não se mobilizam” e que estão convencidas de que “dar um Gosto no Facebook é suficiente para mudar as coisas”, Matthew VanDyke decidiu agir em nome da causa da liberdade.


MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Curiosidades