ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
Rapariga ESPANCADA por Fiscal da STCP no S. João do Porto
Rapariga ESPANCADA por Fiscal da STCP no S. João do Porto

Nascida na Colômbia e a viver em Portugal desde os 5 anos, Nicol tem apenas 1m59 e 55kg, mas foi violentamente agredida por um segurança com o dobro do tamanho .

Nascida na Colômbia e a viver em Portugal desde os 5 anos, Nicol tem apenas 1m59 e 55kg, mas foi violentamente agredida por um segurança com o dobro do tamanho apenas por causa daquelas confusões básicas de quem entra primeiro num transporte público.

O rosto está inchado, cheio de manchas de sangue, e os lábios deformados. O relatório médico do Hospital de Santo António, no Porto, diz que ficou com traumatismo facial. “A parte mais afectada foi o lado esquerdo”, conta ao PÚBLICO Nicol Quinayas, jovem que acusa o fiscal da empresa de segurança 2045 de a ter agredido “barbaramente”.

Este é um caso que está a dar bastante que falar não só pela violência desnecessária mas também pelos contornos racistas da ação do funcionário. Ele terá gritado com a miúda enquanto a espancava, vociferando cenas como “Aqui não entras, preta de merda!”.

Um funcionário da 2045 — que faz a fiscalização dos autocarros da STCP (Sociedade de Transportes Colectivos do Porto) — tem o logótipo da empresa no braço e é visto, em pelo menos um vídeo que foi posto a circular na Internet, a torcer os braços à jovem, em cima dela. À volta ouvem-se algumas pessoas a gritar: “O que é isto? Gostavas que fosse com a tua filha? Isto vai tudo para a polícia!”


MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Curiosidades