ainanas.com - feliz natal!
Menu
Porque é que as TRUFAS são tão caras ?
Porque é que as TRUFAS são tão caras ?

Há quem lhes chame os "diamantes da culinária". Mas porque é que as trufas brancas são tão caras? E valem mesmo a pena?

Há quem lhes chame os “diamantes da culinária”. Mas porque é que as trufas são tão caras? E valem mesmo a pena?

Não é fácil encontrá-las, e esse está longe de ser o único problema. Não são cultiváveis e só se encontram em algumas zonas do Planeta – em particular na Europa – onde o clima permite que cresçam de forma espontânea.

Depois de serem apanhadas, têm uma vida útil extremamente reduzida, não é possível conservá-las e têm de estar na mesa de algum restaurante ultra caro ao fim de poucos dias.

As trufas brancas, as mais raras e caras de todas, podem atingir valores astronómicos e vão a leilão!

Nem de propósito, uma das maiores trufas brancas da década e pode ser provada em Portugal. Pesa 1,153 quilos e foi comprada pelo chef Tanka Sapkota num leilão em Alba, Itália. O valor não foi revelado, mas, só para ter uma ideia do preço, este ano uma trufa de 880 gramas foi comprada por 85 mil euros. É dos produtos mais caros da gastronomia e também um dos mais apreciados por chefs de alta cozinha. Até ao início de dezembro pode experimentá-la em Lisboa.

O chef Tanka Sapkota preparou um menu especial com o ingrediente no restaurante Come Prima. A trufa branca de Alba foi apresentada esta sexta-feira, 23 de novembro, dia em que ficaram também disponíveis os vários pratos desta ementa sazonal.

Como antipasti há ovos biológicos mexidos com manteiga, pão torrado e trufa (34,90€) ou os cozidos cozidos a baixa temperatura (34,90€). Nos pratos a escolha faz-se entre o risotto com parmesão e trufa (41,90€), o ravioli com recheio de ricota e trufa (41,90€), ou os escalopes de vitela com manteiga e trufa (49,90€). O menu está disponível até 8 de dezembro e a reserva é obrigatória.

Tanka Sapkota tem três restaurantes em Lisboa. Além do Come Prima, é responsável pela pizzaria Forno d’Oro e pelo também italiano Il Mercato. Todos os anos é comum ir a Alba comprar trufas para os restaurantes.

Fonte: NIT


MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Food