ainanas.com - deixa-te viciar!
Menu
ENSINO SUPERIOR: menos 5000 candidaturas
ENSINO SUPERIOR: menos 5000 candidaturas

Há cinco mil candidaturas a menos ao Ensino Superior Público este ano, em comparação com o ano passado. Quais os motivos da diminuição?

Há cinco mil candidaturas a menos ao Ensino Superior Público este ano. É o balanço da primeira fase do concurso nacional em comparação com o ano passado.

A primeira fase de acesso terminou ontem com pouco mais de quarenta mil candidaturas. No ano passado tinha sido mais de quarenta e cinco mil. Os cursos de Direito e da área da Saúde são os que têm mais vagas abertas. Os resultados vão ser conhecidos a nove de setembro.

O Ministério da Educação e Ciência explica que as instituições procederam a uma reorientação da oferta na fixação de vagas, considerando a redução da procura, a empregabilidade e as áreas de formação.

Será que também pode ser avançado como explicação que os alunos cada vez acreditam menos na utilidade de um curso superior?

 

Os que só faziam um curso superior para arranjar emprego agora têm menos incentivo porque vêem que um canudo já não é promessa de emprego;

Os que faziam o curso por genuíno interesse no tema sabem que os currículos estão desactualizados e provavelmente podem aprender mais estudando por si, em casa, através da internet, e em bibliotecas.

Os que achavam que um curso superior dava prestígio, graças a casos como Sócrates e Relvas já perderam completamente essa ilusão.

Há ainda os que perdem a esperança no país e, tendo possibilidade, optam por ir estudar ou trabalhar para fora. E também os que até queriam estudar por cá mas não têm hipótese de pagar o curso.

Muitos são os motivos. A verdade é que o ensino superior em Portugal já foi mais atraente para os jovens.

[to_like id=”25085″][/to_like]


MERECE O TEU LIKE?


PARTILHA ESTE POST


Categoria/s: Curiosidades